Blog / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Che Guevara, o herói dos idiotas úteis

 

blog

Por Jenifer Castilho

Primeiramente, o que significa “idiota útil”? Como a própria expressão diz, é alguém que é idiota (ou até mesmo inocente), porém é útil para alguma causa.

Quem usava essa expressão era um líder da esquerda chamado Lênin e se dirigia à manipulação ideológica causada pela doutrina socialista. Lênin contava com um grupo de propagandistas, pessoas normais, que davam apoio ao movimento socialista achando que estavam lutando por um mundo melhor. Acontece que quando não fossem mais úteis seriam mortos, exilados ou presos.

Um exemplo de idiota útil nos dias de hoje é um famoso deputado gay que se vestiu e homenageou Che Guevara. Será que ele sabe que Che apoiou os campos de concentração de Castro para os homossexuais? Campos que abrigavam todos aqueles que não se encaixavam na ideia do “homem novo”. Gays, portadores de HIV, católicos, alcoólatras, todos eram mandados para o campo de concentração.

blog

Houve uma ocasião também em que Che Guevara viajou para Argélia e visitou a embaixada cubana local, ao olhar os livros da estante se deparou com o Teatro Completo de Virgilio Piñera e disparou: “Como é que você pode ter o livro dessa bicha na embaixada?” E atirou o livro pela parede. (INFANTE, 1996, p.341)

Outro exemplo de idiota útil atual são os negros que defendem com unhas e dentes o famoso revolucionário Che Guevara, o mesmo autor da frase: “O negro indolente e sonhador gasta seu dinheirinho em qualquer frivolidade ou diversão, ao passo que o europeu tem uma tradição de trabalho e de economia que o persegue até estas paragens da América e o leva a progredir”. Parece que Che não era politicamente correto, não é mesmo?

Quem nunca viu uma pessoa com uma camisa com o rosto de Che Guevara estampado nela? Se você perguntar ao indivíduo da camisa sobre esse homem histórico, ele provavelmente te responderá o que leu nos livros do MEC, que Che foi um famoso revolucionário socialista, argentino, defensor dos pobres e oprimidos.

blog2

O idiota útil não mencionará que, quando a revolução triunfou, Che ficou encarregado de uma prisão em Cuba chamada La Cabaña, na qual mandou fuzilar mais de quatrocentos cubanos. Noventa por cento deles eram presos de consciência, ou seja, simplesmente discordavam do sistema defendido por Che. Isso está historicamente documentado, inclusive na Argentina.

Che Guevara foi um assassino a sangue frio que colocava no paredão para ser fuzilados todos os que discordavam de seus ideais. Ironicamente, ele é o herói da esquerda brasileira, aquela que prega tanto contra a pena de morte e ao mesmo tempo defende o aborto. Vai entender!

Mas por que o idiota útil ao ser confrontado não te contará essas informações tão importantes? Simples, ele não as conhece! Ele só sabe o que a mídia diz e o que o livro do MEC afirma. Mas para não ficar apenas nas minhas palavras, coloco abaixo frases célebres do herói dos idiotas úteis:

  1. “Fuzilamentos? Sim, fuzilamos e continuaremos fuzilando sempre que necessário. Nossa luta é uma luta [dedicada] à morte.”
  1. “O negro indolente e sonhador gasta seu dinheirinho em qualquer frivolidade ou diversão, ao passo que o europeu tem uma tradição de trabalho e de economia que o persegue até estas paragens da América e o leva a progredir.”
  1. “Meus amigos só são amigos quando eles pensam ideologicamente como eu.”
  1. “O ódio como fator de luta. O ódio intransigente ao inimigo, que impulsiona além das limitações naturais do ser humano e o converte em uma efetiva, seletiva e fria máquina de matar. Nossos soldados têm que ser assim.”
  1. “Há que levar a guerra até onde o inimigo a leve: à sua casa, aos seus lugares de diversão; fazê-la total. Há que impedir-lhe de ter um minuto de tranquilidade, um minuto de sossego… atacá-lo onde quer que se encontre; fazê-lo se sentir uma fera acossada por cada lugar que transite.”
  1. “Asseguro a vocês que se [Jesus] Cristo cruzasse meu caminho eu faria o mesmo que Nietzsche: não hesitaria em esmagá-lo como um verme.”
  1. “Os jovens devem aprender a pensar e agir em massa. É criminoso pensar como indivíduos.”
  1. “Como é que você pode ter o livro dessa bicha na embaixada?”

Pois é, essas frases não foram ditas por Jair Bolsonaro, por Hitler, por Osama Bin Landen, por Brilhante Ustra ou por Donald Trump. Foram ditas por Che Guevara.

Antes de você criticar Jair Bolsonaro por ter saudado o Coronel Brilhante Ustra (aquele que você nem sabe quem foi), deixe sua hipocrisia de lado e jogue fora sua camisa do assassino Che Guevara. E antes de querer lutar por um mundo melhor, arrume sua própria cama.

É preciso ler os livros que Che escreveu e não o que se escreve sobre ele.

FONTES:
1) Discurso de Che Guevara na ONU em 1964; 2) “Diario de Motocicleta – Notas de Viaje Por América Latina”, Che Guevara; 3) “Mi hijo el Che”, Ernesto Guevara Lynch; 4) Mensagem de Che à “Organización de Solidaridad con los Pueblos de Asia, Africa y América latina”, Abril de 1967; 5) Mensagem de Che “aos Povos do Mundo Através da Tricontinental”, 19676) “Che – El argentino que quiso cambiar el mundo”, Pacho O’Donnell;7) Diario de la Sierra Maestra (citação em “Hijos del retrogresismo”, Fundación para el Progreso)8) “Mea culpa”, Guillermo Cabrera Infante.

Comentário do blog: recomendo também esse meu vídeo sobre essa figura asquerosa, esse porco assassino que é idolatrado pelos idiotas úteis de esquerda:

Rodrigo Constantino

Sobre / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

<
<

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito