Blog / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Sem categoria

Gleise Hoffmann apresenta emenda que pretende dar um cheque em branco para a gastança

As “pedaladas fiscais” envolvem os bancos públicos como a Caixa Econômica Federal, que repassam recursos para os gastos dos governos. O Tribunal de Contas da União precisa avaliar e validar tais contas, e eis o grande risco de impeachment da presidente Dilma: ter suas contas negadas. Diante disso tudo, o que faz a senadora Gleise Hoffmann, fiel ao seu PT? Apresenta uma emenda à Constituição que visa a “desburocratizar” as transferências de recursos entre União Federal e estados e municípios. Lindo, não?

Não. Nada lindo. O que está por trás dessa medida é o objetivo de desviar o governo das amarras do TCU e ter o caminho livre para gastar à vontade, sem “burocracia”, ou seja, sem fiscalização. Vejam o que muda na Constituição com o projeto:

Gleise

No texto da justificação do projeto, fica mais claro seu verdadeiro objetivo:

Gleise2

Mas calma, se o leitor ainda não consegue vislumbrar o verdadeiro objetivo da proposta nesse texto, o parágrafo seguinte deixa pouca margem a dúvidas:

Gleise3

Ou seja, o caminho ficaria livre para que prefeitos possam construir pontes que ligam nenhum lugar a lugar algum, sem a menor fiscalização. Isso é um retrocesso, vai agilizar a corrupção nos gastos públicos, isso sim. Chegamos a um ponto em que basta saber que um projeto vem do PT para rejeitá-lo, para sabermos que coisa boa não pode ser. Afinal, o PT tem um histórico impressionante de sempre estar contra o Brasil. Gleise Hoffmann não iria decepcionar os fãs de José Dirceu, claro. Seu projeto não é contra a burocracia coisa alguma, e sim contra a fiscalização, que tanto incomoda os petistas!

Rodrigo Constantino

Sobre / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

<
<

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito