Blog / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Prévia aponta maior inflação para janeiro desde que PT chegou ao poder

blog

Fonte: GLOBO

Deu no GLOBO:

Prévia da inflação oficial no país, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) abriu o ano em 0,92% em janeiro, resultado mais alto para o mês desde 2003, quando ficou em 1,98%. Apesar disso, houve desaceleração já que, em dezembro, a taxa tinha sido de 1,18%. O resultado acumulado em doze meses passou de 10,71% em dezembro para 10,74% em janeiro.

Novamente o grupo alimentação e bebidas liderou (+1,67%) em alta e em impacto (0,42 ponto percentual), apesar de todos os grupos fecharem o mês em elevações. Para o economista Paulo Eduardo Nogueira Gomes, do banco Azimut Brasil, os números mostram que, apesar da recessão, a inflação continua subindo em bases de comparação semelhante: em relação ao mesmo mês do ano anterior e em doze meses anteriores.

Os destaques entre os itens que compõem os demais grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE ficaram com artigos de limpeza (1,84%); TV, som e informática (1,74%); serviços laboratoriais e hospitalares(1,52%); plano de saúde (1,06%); serviços médicos e dentários (0,94%); energia elétrica (0,81%); taxa de água e esgoto (0,71%); e aluguel residencial (0,55%).

O típico “economista” (de)formado pela Unicamp vai coçar a cabeça e perguntar: “Mas como pode ter inflação com essa recessão toda, com essa queda no PIB de mais de 3% e com o desemprego em alta?” No que o “professor” Belluzzo diria: “Ora, são os preços administrados pelo governo”. E ele estaria, como sempre, errado. Como o leitor pode ver, a inflação continua resiliente, e across the board, ou seja, o índice de difusão é elevado, pois o aumento de preços é generalizado.

Mente quem coloca a culpa apenas no reajuste de preços administrados após longo período de congelamento (isso, por si só, uma política estúpida do próprio governo Dilma, como alertado pelos economistas sérios). Inflação, como sabia Milton Friedman e os austríacos, é sempre e em todo lugar um fenômeno monetário. Por isso existe esse caso atípico, que os economistas heterodoxos não conseguem explicar, de estagflação, ou pior, uma baita recessão com uma baita inflação!

O Brasil petista refutou, uma vez mais, as teorias malucas dos “desenvolvimentistas”. Não há demanda aquecida, por óbvio, mas há alta geral de preços. Por quê? Ora, porque há mais moeda e crédito em circulação do que produtos, porque o dólar disparou com a taxa de juros aquém do necessário, porque os gastos do governo continuam em alta. Mas fiquem tranquilos, que essa turma nunca decepciona: vão acusar, além dos preços administrados, o fator inercial.

E qual a solução? Ora, congelar novamente os preços para quebrar a espinha inercial da economia! Controlar os bois no pasto, colocar os fiscais do Sarney (ou da Dilma) nos supermercados, declarar guerra econômica e culpar os gananciosos empresários pela alta de preços mesmo numa situação de brusca queda da atividade. Soa familiar? É o que a Venezuela de Maduro, o companheiro dessa turma, está fazendo. E podem anotar: será a mágica que os trapalhões vão puxar da cartola por aqui também…

Quando eu era moleque, meu pai tinha que me dar “semanada” em vez de mesada, pois a grana evaporava da noite para o dia. A ida ao shopping para comprar um sorvete fazia diferença se fosse no sábado ou no domingo. No supermercado, eu via aqueles funcionários todos remarcando os preços com uns instrumentos que parecem grampeadores, como na imagem acima. O lance era correr mais do que eles para pegar o produto antes da nova alta de preço. Era a minha realidade de garoto, que julguei superada após o Plano Real. Mas o PT tem feito de tudo para nos colocar numa máquina do tempo, e a sensação de déjà-vu é total.

Esquerda é sinônimo de muitas coisas, de inveja, ignorância, hipocrisia, romantismo, sensibilidade mal calibrada etc. Quando se trata de economia, quando se trata de Unicamp, de “desenvolvimentistas”, é sinônimo de estupidez mesmo. E como custa caro, especialmente aos mais pobres, essa incapacidade de aprendizagem por parte desses “çábios” como Belluzzo e companhia!

Rodrigo Constantino

Sobre / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Saiba Mais

<
<

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito